Quarta-feira, 6 de Junho de 2018

"A Lagartinha...." em padrões


Resultado de imagem para a lagartinha muito comilona

Estivemos a ouvir a história “A Lagartinha muito comilona” que fala sobre a metamorfose da lagarta desde que sai do ovo até se tornar borboleta. “No princípio apareceu o ovo, depois a lagarta comeu, comeu, comeu…até ficar grande, construiu um casulo e transformou-se numa borboleta.” (vários)

Depois de comentarmos o que interpretámos da história foi-nos dada a ideia que a K. estava a dizer de manhã, quando pintou uma saia no seu desenho com duas cores que se repetiram dizendo “é um padrão”. Estivemos então a discutir o que seria um padrão.”Um padrão é como se fosse vermelho-verde, vermelho-verde.”

A seguir fomos pintar a nossa lagarta com a unidade de padrão que escolhemos. Alguns escolheram duas, outros três e outros quatro cores.

Foi muito interessante!

 

Interpretação da história

- G. M. : “Ela comeu muitos doces e ficou uma borboleta.”

- J.: “Eu gostei da parte em que se transformou numa borboleta. Gostei quando ela comeu um queque e uma melancia. Tinha 6 pernas.”

- D.: “Eu gostei da parte quando a lagarta comeu um queque e também gostei quando saiu do casulo.”

- Lr.: “Eu gostei que ela comesse doces e quando ela estava no casulo.”

- A.: “Eu gostei da parte de quando a lagarta se transformou numa borboleta. Ela comeu uma folha e ficou boa porque tinha comido muita coisa e ficou doente. Gostei da parte em que ela destruiu o casulo.”

- Br.: “Eu gostei quando a lagarta se transformou em borboleta. Tinha mais asas do que duas em cada lado. Tinha várias cores.”

- V.: “Eu gostei da parte quando a lagarta ficou borboleta e também da parte em que ela comeu uma melancia e uma salsicha. Ela ficou grande.”

- Al.: “Eu gostei que a lagarta se transformasse em borboleta e que ela comesse muitas frutas e que ele comesse uma folha.”

- K.: “Eu gostei da parte em que a lagarta se transformou numa borboleta e de quando ficou muito gorda.”

- S.: “Gostei quando a lagarta saiu do ovo e depois comeu um chupa-chupa, uma tarte e depois transformou-se em borboleta e estava às cores.”

 

CBC às 13:54
| comentar | favorito

Sala da Rute, Educadora de Infância, sonhadora, sempre à procura de mais e melhor


pesquisar

 

Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Projeto Árvores de Frutos...

Visita da escritora Vânia...

Histórias de encantar

Teatro: "Terra Torga"

Dia das Bruxas

Bolo de Abóbora

Coisas horripilantes e...

Lenda de S. Martinho

Fomos comer castanhas

A preparar...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

tags

todas as tags